terça-feira, 7 de julho de 2009

Blogue do Congresso Missionário 2008 com novos desafios


Os anos de 2007 e 2008, a nível da Igreja em Portugal, foram assinalados por uma preparação próxima em ordem ao Congresso Missionário Nacional 2008.

Todas as Dioceses, bem como os Institutos de Vida Consagrada (especialmente os Institutos Missionários Ad Gentes) receberam os livros Simpósio sobre a Missionação 2004; o livro Teologia da Missão - Notas e Perspectivas e ainda os Subsídios A Missão no Coração da Igreja, criando uma onda de interesse e consciencialização pela dimensão missionária da Igreja.

Necessitando de atingir ainda mais pessoas, sobretudo jovens, lançámos mão, em 2008, das novas tecnologias, criando um Blog na internet. As respostas excederam as nossas expectativas. Rapidamente se tornou um meio de difusão e dinamização do Congresso Missionário Nacional 2008. Findo o Congresso e auscultando diversas pessoas, resolvemos manter acesa a chama do dinamismo missionário.
Para o efeito, no pós-Congresso, demos como subtítulo: Reflexão, Perspectivas e Futuro..., apelando ao contributo de todas as pessoas com experiência missionária.
Com bastante esforço, mantemos e continuaremos no futuro o referido blog.

Pe. Manuel Durães Barbosa, CSSp

Director Nacional OMP

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Fundação Evangelização e Culturas (FEC)


Aqui, no blogue vamos dar a conhecer, com informação básica, os principais parceiros do ANIMAG, com quem queremos, cada vez mais, trabalhar em rede.


A Fundação

A Fundação Evangelização e Culturas (FEC) é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), instituída pela Igreja Católica de Portugal (Conferência Episcopal e Institutos Religiosos) e presidida por D. Jorge Ortiga, em representação da Conferência Episcopal Portuguesa.

A Missão

Fomentar, potencializar e coordenar as vontades e os meios da Igreja Portuguesa no seu relacionamento e cooperação com os países lusófonos é a missão da FEC, materializada em Projectos de Cooperação e Sensibilização da Sociedade para as Questões do Desenvolvimento. Congregando bispos, religiosos, paróquias, voluntários em Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Prínicipe e Timor-Leste, a FEC opera como ampla plataforma de dinamização e entendimento para a cooperação entre todos os países envolvidos.

A História


A FEC surge em 1990 na sequência lógica das celebrações dos 500 anos da Evangelização das Igrejas Lusófonas e do movimento de reencontro desses povos. Em 1999, com o final das comemorações passa a ser uma entidade de carácter permanente que, por excelência, tem como missão dar continuidade ao espírito de cooperação missionária, intercâmbio e ligação entre Igrejas de língua oficial portuguesa. As iniciativas e projectos que vão nascendo tendem, pois, a enquadrar-se no incremento de acções de carácter cultural e educacional, procurando o desenvolvimento integral dos povos e a continuidade, valorização e consolidação dos laços religiosos, históricos e culturais mantidos desde há cinco séculos (cfr. Estatutos, art. 2º).

A FEC em acção

A FEC é uma organização de matriz cristã, aberta à sociedade civil em todos os países onde está presente e onde desenvolve projectos de cooperação, com actividades nas áreas de Comunicação Social e Educação. Em Portugal pretende ter um papel central na dinamização e sensibilização da sociedade civil e da Igreja para o desafio da cooperação e do desenvolvimento sustentado dos países lusófonos. Conta com a colaboração de cerca de 10 profissionais na sede, técnicos voluntários em acções anuais de cooperação fora de Portugal (link para a equipa) e ainda muitos colaboradores que apoiam, de forma pontual e voluntária, a acção da fundação.