terça-feira, 2 de dezembro de 2014


ASSEMBLEIA ANUAL ANIMAG
 Santuário de Cerejais, Bragança - Miranda- 4 a 7 de Novembro de 2014

 Introdução: 
 Do dia 4 a 7 de Novembro de 2014 decorreu no Santuário de Nossa Senhora em Cerejais Bragança- Miranda, a Assembleia anual do ANIMAG. Pelas 17.30h começam a chegar os Animadores Missionários, seguiu-se às 19h, para quem quis a celebração da Eucaristia, presidida pelo Pe. Victor, Presidente do ANIMAG, na capela da Santidade deste Santuário todo Mariano, seguida do Jantar. E pelas 21h, iniciamos os trabalhos. Uma Saudação de boas vindas a todos os presentes, feita pelo Presidente do ANIMAG – Pe. Victor Dias, Missionário Comboniano, seguindo-se a apresentação: Missionários Combonianos, Missionárias Combonianas, Missionárias Combonianas Seculares, Missionários do Verbo Divino, Servas do Espírito Santo, Missionários da Consolata, Missionários Boa Nova, Missionárias da Boa Nova, Missionárias de S. Pedro Claver, Missionárias Dominicanas do Rosário, Irmãs S. José de Cluny, Franciscanas Missionárias de Maria, Ordem dos Frades Menores, Ordem franciscanos Menores Capuchinhos, Sacerdotes do Coração de Jesus - Dehonianos, Missionárias Reparadoras do Sagrado Coração de Jesus, Obras Missionárias Pontifícias, Irmãs Escravas da Eucaristia e da Mãe de Deus, Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena, Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitorias, Missionários do Espírito Santo, Irmãs Missionárias do Espírito Santo. De seguida, o Pe. Victor, fez a apresentação do programa e horário da Assembleia, o qual tinha sido enviado a todos os Animadores membros do Secretariado e Provinciais. A Liturgia, foi assumida cada dia por um/a Missionário/a que tinham sido contactados para tal responsabilidade. Estamos todos de parabéns, porque responsavelmente fizemos os pagamentos. Terminamos com um breve momento de Oração. 

 1- No dia 5: Formação Permanente com, o Senhor Bispo D José Cordeiro.

 1.1- Iniciamos cada dia com a Oração de Laudes, seguindo-se o pequeno-almoço. Às 9.30h acolhemos o Senhor Bispo D. José Cordeiro, Bispo da Diocese de Bragança - Miranda, que nos falou sobre a Exortação Apostólica Alegria do Evangelho: consequências e desafios para a Igreja em Portugal e para a Animação Missionária; Linguagens missionárias de hoje (incluindo a litúrgica); pistas para continuarmos a melhorar a nossa missão de Institutos Ad Gentes nesta Igreja local. O Senhor Bispo incidiu a sua reflexão na Exortação Apostólica Alegria do Evangelho, e parafraseou a Carta Pastoral: Como Eu Vos Fiz; assim como os Documentos Conciliares. Na sua exposição o Senhor Bispo iniciou com a leitura do nº 24 da Exortação Apostólica Alegria do Evangelho. Salientou a conjugação dos 5 verbos presentes nesse nº 24, dizia – “ a conjugação destes 5 verbos e de revermos em comum a missão, é já por si comunhão, e vós sois esta comunhão. A Comunhão é a testemunha mais credível da missão. a)-Primeirear – Exige oração, compromisso, um voltar sempre á fonte. Deixar florir o tempo de Deus, não ter medo de real. Vivamos a Docilidade ao Espírito Santo, que é deixar-se primeirear por Ele. b) – Envolver-se – envolver-se é implicar-se na vida com os outros, com o Outro, é reviver - se em missão. Jesus toma a iniciativa, vai, lava os pés … Ir ao encontro na disponibilidade de discípulo missionário. Ide baptizai, ensinai, curai, fazei isto em memória de mim. Estes mandatos estão intimamente unidos, não os separemos. c) - Acompanhar – A missão implica acolher; “Sem Mim nada podeis fazer” procurar os afastados, os da preferia, com entusiasmo e alegria do encontro, requer de cada um de nós um acreditar nAquele que nos ama e nos envia. d) – Frutificar – Dar fruto exige – nos a poda e paciência da espera. Chegar às encruzilhadas, compromete-nos a sair para o anúncio, imbuirmos a todos do Amor a Deus. e) – Festejar - Convidar os excluídos, é ter consciência de que a Igreja é a casa dos excluídos, Cristo quer oferecer a todos a Graça, Ele toma sempre a iniciativa; há que premeirar a vida de quem mais precisa. Mas só o faz quem se deixa e está imbuído de Cristo. Quem não tem Deus no coração, encontra os deuses. Dizia o Senhor Bispo, - a Graça é dom gratuito, mas só o dá quem o tem, quem se aproxima e permanece com Ele. Deixemos o saudosismo. O essencial é reconhecer a graça e saber que tudo é graça. O essencial na missão é sentir a Graça de Deus e ser graça de vida para os outros, afirmou o Sr. Bispo, desafiando- nos a «ousarem um pouco mais» e a sermos criativos nas propostas, sem esquecermos que a finalidade da nossa missão e da missão da Igreja é sempre Jesus Cristo. Foi-nos lançado um desafio: D. José Cordeiro pediu – nos que recuperemos a essência do carisma dos nossos fundadores para mostrarmos a beleza que cada carisma representa na Igreja. Foi um dia cheio, onde escutamos D. José Cordeiro e com ele partilhamos, questionamos e acolhemos os seus desafios. Tudo é Graça!

 2- Dia 6: Manhã de Reflexão e Tarde de Lazer em Bragança 

 2.1 – A manhã do dia 6 foi preenchida pelas reuniões de Zonas e plenário. Partilhamos entre nós as diferentes actividades já realizadas, agendamos e definimos estratégias comuns para o próximo ano 2015. *Zona 1 – Têm feito reuniões periódicas. Fizeram duas semanas missionárias na Diocese de Vila Real, que correram muito bem. Têm trabalhado em união com o Centro Missionário Diocesano dinamizaram o mês de Outubro com algumas actividades e formação de Catequistas e a Vigília Missionária que foi celebrada em Famalicão. Todas as actividades deste mês tiveram uma boa participação. Salienta-se a geminação em curso deste Centro com a Diocese de Pemba Moçambique. Têm já programado uma semana em Ponte de Lima. Entre os membros fizeram uma sub divisão para um melhor e maior empenho missionário. *Zona 2- Têm feito reuniões periódicas. Fizeram uma semana em Paredes, que correu bem. Continuam a sentir um maior empenho e preparação remota das actividades. Para este ano 2015 têm agendado três fins-de-semana; dois em Paredes e um em Lamego, uma nova modalidade. Vão fazer a experiencia. Pensaram também em criarem um fundo (retirando um pouco das gratificações que recebem das semanas), para fazer face a algumas despesas das actividades missionárias. *Zona 3 – Vai ressurgir, Graças a Deus. Foi nomeado nesta Assembleia o Pe Joaquim (Verbo Divino) Presidente e a Ir Ângela (S José de Cluny) secretária. Marcaram uma reunião para o dia 24 de Janeiro a fim de traçarem algumas pistas de “incêndio” missionário em colaboração com o grupo missionário de Leiria. *Zona 4 – Esta Equipe esta a fazer um trabalho muito bom. Têm reuniões periódicas, formação entre eles, fazem preparação com os agentes mais responsáveis das paróquias onde vão, organizaram-se e criaram uma sub equipe de comunicação… Trabalham em comum com o SAMPL (Secretariado de Animação Missionário Patriarcado de Lisboa). Fizeram duas semanas missionárias, uma em Sintra e outra em Agualva. Estas semanas são marcadas por uma actividade porta a porta e a adoração permanente na Paróquia, tem sido uma mais-valia, graças a Deus. Duas semanas já estão agendadas para 2015: 21de Fevereiro a 1 de Março de 2015; e em Carnaxide 28 de Novembro a 6 de Dezembro. 

 2.2 - Esta tarde do dia 6 foi de lazer, visita guiada a Bragança, pela Pastoral do Turismo da Diocese de Bragança-Miranda onde tivemos a amabilidade do Sr. Dr. Alexandre, Dra. Ana e Engenheira Cristina, pessoal bem preparado e apaixonado pelo que nos explicaram ao pormenor, apenas o tempo escasseou para tanta sabedoria. Foi uma tarde feliz, não obstante a chuva. Viemos terminar em Cerejais com o Jantar e o tradicional Magusto, preparado pelo pessoal da casa, que muito bem e sempre nos serviram. Obrigada! 

 3 – Dia 7: Manhã de trabalho e reflexão de Tarde dispersão cada um parte rumo á sua missão. 

 3.1 – Tivemos entre nós o Sr. Padre José Manuel Bento Soares, Sacerdote da Diocese de Bragança- Miranda, que nos partilhou uma palavra de Esperança, e o modo como a Diocese vai caminhando: - somos uma Diocese Sinodal, guiados pelo projecto de 5 anos cujo tema é REPARTIR de CRISTO em Missão. Somos discípulos missionários. Uma Diocese com muito território, mas de pouca população. Formada em 25 unidades pastorais, cada unidade composta por uma equipe pastoral. O caminho feito é positivo e sente-se um crescimento e bom entendimento graças a Deus. Foi uma partilha simples e densa que certamente nos ajudará como missionários divididos por zonas, trabalhamos em uníssono pelo mesmo Senhor. Obrigada Pe Bento Soares. 
 3.2 - O Pe. Victor introduziu o segundo tempo da manhã, que foi denso, mas correu tudo bem. Colocou á nossa consideração e pediu para nos dizermos como seguir em relação a vice-presidente. A Ir Conceição Pena por motivos maiores da sua Congregação não pode continuar no secretariado, como fazer? Nomear alguém ou continuar até ao ano, fim de mandato apenas com os três? Após um diálogo fomos unanimes que ficássemos assim até á próxima assembleia. Agradecemos á Ir Conceição Pena todo o empenho, zelo e a vida gasta pelo bom funcionamento do secretariado. O Pe Victor lançou um apelo para colocar em funcionamento o nosso Blog, depois de alguns momentos foi pedido ao Pe João Amâncio, Missionário da Consolata, esta tarefa que acolheu alegremente, obrigada Pe Amâncio. Agora fica a responsabilidade a cada Zona de enviar para ele as partilhas das actividades. 
A Ir Glória Lopes Secretária relembrou-nos alguns pontos que no ano passado ficaram á nossa reflexão. O Pe Eduardo Osório, Tesoureiro apresentou-nos o plano contabilístico, com uma satisfação grande, pois todos pagamos as nossas cotas e diárias atempadamente, estamos todos de parabéns.

Partilha dos diferentes sectores:

IMAG – O P. António Fernandes, presidente dos Institutos Missionários Ad Gentes, como não pode estar presente, delegou na Ir Glória Lopes, a partilha do IMAG: foi salientado o Outubro Missionário, o Curso de Missiologia (70 participantes), as Semanas Missionárias. 
 *O Pe. Tony Neves – Espiritano- Partilhou sobre a Missão Press, embora não seja ele o presidente, mas na ausência do actual presidente, Pe Leite partilhou, o caminho feito, as publicações conjuntas da Imprensa Missionária (Missão Press). Afirmando a necessidade e responsabilidade de todos colaborarem nesta ‘empresa’, que é nossa. 
*OMP- Pe. António Lopes director das O.M.P. em seu lugar esteve presente o João Cláudio, que partilhou toda a acção levada a cabo e desafiou todos os participantes a continuarmos a tarefa de comunhão na missão que nos é solicitada. Disse que ainda têm bastantes guiões Outubro Missionário. O Pe Victor pediu que a custo zero lhos entregasse, que os dividiria pelos missionários, visto serem uma ajuda na missão de cada semana ou fim de semana que se fazem. 

7 - Informações: 

 *Próxima Assembleia Nacional Animag 2015: Diocese Setúbal, 3 a 6 de Novembro, o Pe. Victor irá contactar o Senhor Bispo. *Próxima reunião do Secretariado Animag: 21 de Janeiro de 2015, em Fátima, na casa das Irmãs Vitorianas. *A Assembleia terminou com uma solene Eucaristia de acção de graças, no Santuário, em Cerejais, consagrado a Nossa Senhora de Fátima, presidida pelo Sr. Bispo D. José Cordeiro, ladeado de alguns Arciprestes convidados para viverem connosco este momento, sempre presente o Pe José António, responsável deste centro, a quem deixamos uma palavra de gratidão pelo tudo o que vivemos e o modo como fomos tratados, a ele e todo o pessoal o nosso profundo reconhecimento. 

Bem-haja. Cerejais, 11 de Novembro de 2014

Irmã Glória Lopes Secretária do ANIMAG


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

PEGADAS MISSIONÁRIAS EM AGUALVA

            Outubro, com o Dia Mundial das Missões no seu centro, é conhecido como mês da missão. Nesse contexto importante para uma Igreja missionária, mulheres e homens consagrados a Deus para a Missão "Ad Gentes" (ANIMAG) de 13 Institutos, realizaram, de 11 a 19, uma Semana de Missão (SM) na paróquia de Agualva (Sintra).
Desde a concepção do projeto, o Pároco, o Claretiano P. Jorge Danilo, sublinhou querer que a Semana fosse tempo de lançamento e treino dos leigos na Missão pessoa-a-pessoa, nas casas e nas ruas. Para tal, exigia que se lhes desse formação. Foi o que uma equipa missionária procurou fazer, através de diversos encontros teórico-práticos realizados nos meses precedentes, no Centro Paroquial.

            A semana da missão teve como tema "Vinde e vede! - A alegria do Evangelho é também para ti!”. Seu objetivo era criar uma comunidade aberta, acolhedora e missionária, intensificar a fraternidade entre os agentes de pastoral e criar laços entre as pessoas que vivem nos bairros para chegar a constituir em cada bairro, pequenas comunidades cristãs evangelizadoras no seu próprio ambiente e em comunhão com o pároco. Foram estes objetivos que levaram os missionários e missionárias a deixarem as suas pegadas naquele populoso espaço da Grande Lisboa.



O Evangelho na rua, nas pracetas, nas casas

            As pegadas, na verdade, levavam perfume de presença e palavras hauridas na  Eucaristia e na Palavra de Deus.
A partilha da fé em Agualva aconteceu de modo simples. Os missionários e missionárias uniram-se a um bom número de leigos ativos da paróquia, para dar testemunho da sua fé e ser sinal de unidade no meio do povo, indo ao encontro dos que tanto necessitam de uma palavra amiga, de alegria e de esperança. Durante a SM, "os belos pés" missionários encontraram-se nas escolas, nas instituições, nas escadas dos apartamentos, dentro dos apartamentos, em moradias, na catequese de crianças e escuteiros e de adultos e, de modo particular, nos corações de todos com quem eles se cruzaram ao longo da rua. Houve sorrisos e simpatia, acolhimento e partilha, mas encontraram-se também pessoas renitentes à Palavra de Deus ou zangadas com Deus, com a Igreja.... Com estas, praticávamos a escuta longa, ativa, deixando que os “tumores” se esvaziassem… E foi por vezes comovedor constatar como, sentindo-se acolhidas e amadas na sua zanga, essas pessoas se abriam ao dom da fraternidade eclesial… Em tudo, a equipa missionária (constituída por uma Missionária/o e um ou dois leigos locais) tentou viver e testemunhar fielmente e com alegria a presença da ternura de Deus, movidos pela mesma necessidade de São Paulo de anunciar Cristo, e pela palavra do Papa Francisco: “Fiel ao modelo do Mestre, é vital que hoje a Igreja saia para anunciar o Evangelho a todos, em todos os lugares, em todas as ocasiões, sem demora, sem repugnâncias e sem medo." (Alegria do Evangelho, 22).
A coragem de levar a Boa Nova aos corações daquele povo teve o alicerce no encontro pessoal com o próprio Senhor da missão. Este encontro fez-se todos os dias, antes e depois da missão-na-rua. Além disso, um bom grupo de leigos invocava o dom do Espírito Santo para a Missão, na adoração permanente do Santíssimo. Sabiam que também participavam na missão, como comunidade de oração missionária, como diz o Papa: “Sem momentos prolongados de adoração, de encontro orante, com a Palavra e diálogo sincero com o Senhor, as tarefas facilmente se esvaziam de significado… A Igreja não pode dispensar o pulmão da oração”. (A alegria do Evangelho, 262)

            Outubro é também o mês do Rosário. Momento marcante foi aquele em que a comunidade reunida à volta do Pároco e com os Missionários, em procissão, apresentava Maria, Mãe de Fátima e Rainha das Missões, pelas ruas de cada bairro onde se tinha feito a missão. Esta procissão, que culminava cada fim de dia com a Eucaristia celebrada nas pracetas ou Jardins públicos, ajudou o povo dos bairros a ver a Igreja Católica no seu meio e a refletir nos mistérios da vida e da missão de Cristo.

Sede de Deus e necessidade de uma Missão contínua

No clima festivo do dia mundial das missões e em ato de louvor e de Acção de Graças pelo dom da fé e da vocação missionária, a Semana foi encerrada com a Eucaristia solene, presidida pelo Sr. Bispo D. Manuel Linda, concelebrada pelo Pároco e Sacerdotes Missionários que participaram na Semana. A alegria do banquete eucarístico foi depois prolongada fora da igreja num almoço-convívio e ao ritmo da música própria de uma sociedade intercultural como é a de Agualva, tão unida a Cacém, a “cidade mais africana de Portugal”. O nosso sincero obrigado às famílias que acolheram os missionários nas suas casas e de modo particular ao pároco e aos Leigos que tão generosamente nos receberam e conosco caminharam em Evangelização porta-a-porta, pessoa-a-pessoa.
Com o coração cheio de alegria os missionários e missionárias foram continuar a Missão noutros ambientes. Nas pegadas que deixaram, porém, ficou o desafio do Papa e da caminhada sinodal diocesana: é preciso que vós realizeis, em Agualva e para além de Agualva, “o sonho missionário de chegar a todos”. Isso mesmo sentiram os leigos que andaram com as Missionárias e Missionários. Na avaliação da SM, resumiram o compromisso que a vivência da Missão pessoa-a-pessoa lhes tornou premente: - as pessoas têm uma sede imensa de Jesus e de Deus e não O conhecem; é urgente continuarmos a visitar as pessoas, tornando a Igreja próxima delas levando-lhes o Evangelho da alegria e da esperança.
Pe. Floriano, SVD e Claudino, mccj, Ir. Eugenia Lino FMM


NOTA : A Semana, pedida pelo Pároco, na sequência da Semana Missionária realizada em Mira-Sintra, foi organizada pelo Núcleo Coordenador ANIMAG da Zona, em colaboração estrutural com o Pároco e o Conselho Pastoral Paroquial, com o Setor da Animação Missionária do Patriarcado de Lisboa (SAMPL) e com os Provinciais dos Institutos Missionários Ad Gentes.

A Assembleia anual do ANIMAG - 2014, realizou-se  em Bragança, de 04 a 07 de Nov. na localidade de Cerejais- Alfândega da fé e contou com 46 participantes.


Os representantes de 22 institutos religiosos estiveram reunidos em assembleia-geral de 04 a 07 de Novembro, com o objetivo de debater a situação atual da animação missionária em Portugal e lançar propostas concretas para tornar a Igreja Católica mais comprometida com a dimensão missionária. O encontro decorreu no Santuário de Cerejais, em Alfândega da Fé, na diocese Bragança-Miranda. 

A assembleia teve início com uma bonita celebração de boas vindas, presidida pelo Padre Vitor Dias, Missionário comboniano, onde celebrou-se a festa de aniversário da irmã Sandra Ortiz, que aproveitou a ocasião para dar graças a Deus pelo dom da vida e da missao.

No segundo dia de trabalhos, a assembleia anual do ANIMAG (Animadores Missionários dos Institutos Ad Gentes) contou com uma intervenção do bispo de Bragança-Miranda, José Cordeiro, que convidou os participantes a refletir sobre a exortação apostólica do Papa Francisco: «Alegria do Evangelho». 


«O essencial na missão é sentir a Graça de Deus e ser graça de vida para os outros», afirmou o prelado, desafiando os presentes a «ousarem um pouco mais» e a serem criativos nas propostas, sem esquecerem que a finalidade da sua missão e da missão da Igreja é sempre Jesus Cristo. José Cordeiro pediu ainda aos religiosos que recuperem a essência do carisma dos fundadores para mostrarem a beleza que cada carisma representa na Igreja. 


Já o presidente do ANIMAG, Vítor Dias, sacerdote comboniano, manifestou-se satisfeito com o andamento do encontro, por dois motivos: primeiro, pelo facto da comunhão entre os vários institutos demonstrar que uma missão em conjunto entre todos é possível; segundo, porque só num espírito de união é exequível encontrar respostas plausíveis para realizar uma missão em harmonia. O ANIMAG é um órgão criado no seio do IMAG (Institutos Missionários Ad Gentes), formado pelos superiores e superiores provinciais dos institutos missionários presentes em Portugal.



Assembleia ANIMAG -2014 Aniversario da Irmã Sandra

video
Aniversário da Irmã Sandra Ortiz, Missionária de Sao Pedro Claver na Assembleia ANIMAG 2014 Cerejais- Alfândega da Fé. Bragança