sexta-feira, 15 de março de 2013

ECOS DA SEMANA MISSIONARIA NA DIOCESE DE LAMEGO
ARCIPRESTADO DE MEDA

 
A semana missionária de 2 a 10 de Março decorreu muito bem, segundo a avaliação feita pelos 5 párocos das 14 paróquias e nós os missionários. Eramos 6 missionários: Combonianos /as, Sociedade Missionária, Espiritanas, e Franciscanas Missionárias de Maria que percorremos as diferentes paróquias do Arciprestado.
Em comum tivemos Vigília Celebração/ penitencial, Vigília missionária, reunião de Avaliação ao meio da semana e concluímos com a chave de ouro: Celebração Via Sacra de todo o Arciprestado na Paróquia de Ranhados; isto porque neste mesmo dia o Senhor Bispo Dom António Couto terminou a sua visita a este Arciprestado.
Damos Graças a Deus, por tudo o que vivemos, aprendemos, recebemos, partilhamos, tudo foi graça, apesar do frio que fazia em Lamego/Mêda, o calor da amizade dos Párocos e paroquianos superou tudo isso. Dom Douto no dia 3  nos dizia:” Frio, um missionário nunca tem frio”. Procuramos rezar, servir, conviver na alegria da missão. Paróquias distantes desertificadas, sem crianças nem jovens, mas bem arejadas e comprometidas. Tivemos as celebrações da Eucaristia, encontros de reflexão/ oração, tendo sempre presente o lema da Diocese: ”Vamos juntos construir a casa da fé e do Evangelho”
No domingo, dia 10 terminamos com uma Solene Concelebração preparado com todo o esmero pelo pároco de Ranhados e presidida pelo Senhor Bispo Dom António Couto, e nela a recepção do Sacramento da Santa Unção, que foi vivido na emoção e alegria jubilosa. Dom António Couto assim se exprimiu na sua Homilia: ”Sinto imensa alegria por ver de perto o vosso rosto. A minha alegria por estar aqui na casa de Deus, que é também a vossa casa. Alegrar-me com a Palavra de Deus. Convidou-nos a saborearmos a Palavra de Deus, antes e acima de tudo; pois Ela não se diz, mas saboreia-se, esta é, deve ser o nosso primeiro centro de atracão: Que bom seria se nós vivêssemos sempre com o sabor da Palavra de Deus na nossa boca. É importante pôr um pouco de sabor na nossa vida de cristãos”.

Dom António agradeceu aos missionários pelo trabalho realizado neste Arciprestado da Mêda, lançando o convite para Maio em Tarouca onde irá iniciar a visita. E terminava dizendo: “ Queridos missionários e Arciprestado da Mêda, é necessário olhar para o nosso rosto, é aí que vemos o rosto de Deus. È com esse rosto que temos de olhar para os nossos irmãos que estão nos cinco continentes e que nós não conhecemos. Temos que alargar os nossos horizontes para ver o rosto de todos os irmãos do mundo. É necessário percebermos que no rosto do meu irmão(a) está o rosto de Jesus. Não podemos desperdiçar este tempo a olhar para nada. Olhai uns para os outros e aí contemplai o rosto de Deus. Irmãs e Irmãos missionários este povo precisa de ouvir a resposta de Deus, através de vós. Não vos escondais, exponde-vos por onde andais, nas ruas da nossa terra. Que as pessoas vejam em vós uma enxurrada do amor de Deus”. Ir. Glória – Espiritana  e Ir. Fernanda FMM


quinta-feira, 14 de março de 2013

BEM VINDO PAPA FRANCISCO I

O cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos, foi  eleito como novo Papa da Igreja Católica, no dia 13 de Março de 2013, o primeiro do continente americano, o primeiro jesuíta e também o primeiro que escolheu o nome de Francisco.
O Papa Francisco I fez-nos um pedido: “Peço-vos que rezem ao Senhor para que me abençoe". "Façamos em silêncio esta oração”. Foi um momento emocionante e que deixa desde já uma marca no inicio do seu pontificado.
 
Brevíssima resenha biográfica de FranciscoO novo pontífice é o Cardeal Jorge Mario Bergoglio, Papa Francisco I, que nasceu em Buenos Aires, na Argentina, em 17 de dezembro de 1936.

O Papa jesuíta formou-se como técnico químico, mas depois escolheu o caminho do sacerdócio e entrou para o seminário de Vila Devoto. Em 11 de março de 1958, passou para o noviciado da Companhia de Jesus. Completou os estudos humanistas no Chile e em 1963, de volta a Buenos Aires, formou-se em Filosofia na Faculdade de Filosofia do colégio máximo São José de São Miguel.

De 1964 a 1965, ensinou literatura e psicologia no Colégio da Imaculada de Santa Fé e, em 1966, ensinou essas mesmas matérias no Colégio do Salvador, em Buenos Aires.

De 1967 a 1970 estudou teologia na Faculdade de Teologia do Colégio São José, de São Miguel, onde se formou.

Em 13 de dezembro de 1969 foi ordenado sacerdote.