segunda-feira, 3 de junho de 2013

SEMANA MISSIONÁRIA EM MONDIM DE BASTO




De 18 a 26 de Maio De 2013, no âmbito do Ano da Fé, realizou-se a Semana Missionária em várias Paróquias do Arciprestado de Mondim de Basto, tendo participado os seguintes missionários: em Mondim - Padre Jorge Amaro (Missionário da Consolata) e Irmã Conceição Pena (Franciscana de Nossa Senhora das Vitórias); em Ermelo, Campanhó e Pardelhas - Padre Feliciano, (Missionário do Verbo Divino) e Jana Veloso (Secular Comboniana); em Vilar de Ferreiros e Bilhó - Frei José Lima, (Franciscano) e Irmã Rosalina (Franciscana Missionária de Maria), e em Atei e Paradança - Padre Manuel Menezes (Missionário do Verbo Divino) e Irmã Alda (Missionária de S. José de Cluny).
Organizada pelos Animadores dos Institutos Missionários Ad Gentes (ANIMAG), em comunhão com os Párocos Rvdº Padre Manuel Machado e Rvdº Padre Manuel Guedes, esta missão teve, como objetivo, despertar as comunidades deste arciprestado do Baixo Tâmega, para a realidade missionária da Igreja como uma responsabilidade de todos Ad Intra, nas paróquias, como participantes na vida paroquial das mesma, e Ad Extra, como missionários através da oração e da partilha a favor das comunidades de missão.A Vigília de Pentecostes, realizada na Igreja de Mondim, no dia 18 de Maio pelas 21.00, para a qual foram convidadas todas as paróquias envolvidas na Missão, deu início a uma Semana de muito trabalho, em prol de um despertar missionário das consciências.Entre os dias 19 e 25 de Maio; os Missionários participaram nas diversas atividades das comunidades cristãs nomeadamente, na celebração da eucaristia, no mês de Maria, no encontro com diversos grupos apostólicos, em reflexão com as famílias, nos encontros com os grupos de jovens, no contacto com as crianças, nas catequeses, e na visita aos doentes em suas casas  e no lar.
Junto destas comunidades os missionários, para além de partilharem a sua experiência de fé e missão, também e escutaram e aprenderam com aqueles que foram ao seu encontro. O acolhimento caloroso e amigo dos Rdºs Padre Manuel Machado e Padre Manuel Guedes, bem como de todo o povo, aos missionários, deixou neles um sentimento de profunda gratidão, um motivo forte de louvor da Deus e ânimo para a sua missão evangelizadora.
Foi também de grande relevância o encontro dos missionários com todos os alunos do Agrupamento Vertical de Mondim e com todos os alunos do Centro Escolar do 1º Ciclo de Mondim e Vilarinho, nas aulas de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC). O acolhimento foi muito positivo quer por parte dos professores da disciplina (o Sr. Professor Tó Zé Pinto e as Srªs Professoras Sandra Alegre e Suzana Claro, quer por parte dos alunos, que ficaram sensibilizados com o testemunho missionários dos visitantes.

Esta Semana encerrou com a caminhada ao Alto da Srª da Graça, no Monte farinha, orientada pelo Padre Machado e com a participação dos dois arciprestados do Baixo Tâmega (Mondim e Ribeira de Pena). O Credo foi o tema desta subida, tendo havido a apresentação de várias faixas com artigos do mesmo, apresentadas pelas diversas paróquias, destes dois arciprestados, ao longo do Percurso. Chegada esta caminhada ascendente ao Largo de S. Tiago, seguiu-se a procissão com o andor de Nossa Senhora da Graça, até ao local da celebração da Eucaristia, bem lá no topo, diante do grande anfiteatro situado nas costas do Santuário Mariano.

Nesta Eucaristia Solene de encerramento, participaram os párocos do arciprestado que foi alvo desta missão, mas também os párocos do Arciprestado de Ribeira de Pena, Rvmºs Padre Joaquim e padre Carlos, os missionários envolvidos na Missão, os Escuteiros (CNE) e um imenso povo de Deus que veio dos quatro cantos do Baixo Tâmega. Presidiu o Padre Jorge Amaro que, na sua eloquente homilia, desafiou todos os presentes a serem sal e luz para o mundo, pelo testemunho de vida ao jeito de Jesus Cristo.
Após a celebração da Eucaristia, seguiu-se a consagração a Nossa Senhora da Graça, marcada pelo Hino da Ano da Fé “Credo Domine”, cantado por todos os presentes, com profunda emoção, sob a orientação do coro, formado pelos cantores das várias paróquias, e a oração de consagração rezada por todos, e feita expressamente para este momento único. Este momento apoteótico de fé, terminou com a procissão que levou a Imagem de Nossa Senhora da Graça, até à Igreja de sua veneração, no topo máximo do Monte Farinha.

                                                                                    Padre Frei José Dias de Lima OFM

Sem comentários:

Enviar um comentário